Esse Top 10 é dedicado a culinária de boteco, sim isso mesmo. Sabe aqueles petiscos bem peculiares que a gente encontra nos botecos mais cabulosos da cidade? Pois é, resolvi listar os 10 petiscos e as gororobas mais tenebrosas que alguém pode encontrar em um botequim.

Para encarar isso aí tem que ser macho de verdade! Além disso é preciso ter um estomago blindado para digerir essas gostosuras! Lembrando que a ordem de colocação dos quitutes foi feita de acordo com o nível de bizarrice e de tradição em buteco.

Então sem mais delongas vamos logo para essas aberrações delicias da culinária de macho:

10 – Batata ou polenta frita


Essa aqui é light, qualquer um encara com facilidade. O que vai dar a diferença na batata ou polenta frita é a higiene do lugar. Quanto mais pé sujo for o boteco mais bizarro vai ser o método de preparo, reza a lenda que existem lugares que utilizam óleo de motor usado para a fritura. Mas na hora da larica tá valendo, ótimo para acompanhar uma cervejinha!


9 – Pernil


Para quem não come carne de porco o pernil por si só já é uma aberração foda! Se não for bem preparada a carne de porco pode dar merda, mas nossos guerreiros machos sem dó do estomago e nem amor a vida mandam bala sem pestanejar. Lógico que existem lugares onde o pernil é uma tradição que alavancou o sucesso da casa, vide o Bar Estadão que há mais de 35 anos serve um dos melhores se não for o melhor pernil de SP.

8 – Dobradinha


Se fosse só por bizarrice essa porra teria o primeiro lugar disparado, mas é muito difícil achar essa iguaria em qualquer boteco (Graças a Deus!). Esse prato é encontrado principalmente em restaurantes de comida nordestina. O fato mais medonho desse rango é que um dos ingredientes é o bucho bovino. Puta que pariu, vou parar por aqui antes que eu vomite no teclado!

7 – Amendoim Japonês


Esse aqui é companheiro indispensável de uma cervejada, todo mundo come sem fazer cara feia. Também acaba incluído nesse item o amendoim normal tostado e salgado. Alimento obrigatório do macho mesmo não estando no bar, porque o amendoim é sempre relacionado com o aumento da potencia sexual. E potencia sexual é que nem dinheiro: quanto mais se tem, mais se quer!

6 – Qualquer coisa empanada


Outro clássico do boteco, você pode encontrar de tudo empanado numa vitrine de salgados de um boteco sujo. É o tipo de salgado que depois de comer o guardanapo fica parecendo uma folha de papel vegetal de tanto óleo que tinha na parada. O lema desse item aqui é quanto mais gorduroso melhor! Gordura trans?? Isso é coisa de viado!!

5 – Caldo de mocotó


O que muita gente não sabe é que o mocotó é nada mais do que a pata sem casco ou extremidades de um bovino. Muita gente experimenta sem nem saber do que se trata e depois não acredita que mocotó é isso mesmo. Pode parecer estranho assim a primeira vista, mas o caldinho de mocotó é tiro e queda para curar uma ressaca braba.

4 – Tremoço


Só quem é do sindicato da malandragem já degustou um tremoço acompanhado de uma cervejinha num bar! Para quem não sabe o tremoço é um grão da família da ervilha, sendo cozido em água com sal ele é encontrado nos bares em conserva, mais ou menos como a azeitona. O tremoço também é conhecido como o “marisco dos pobres” e não podia ficar de fora da lista.

3 – Salsicha ou picles em conversa


Característico dos bares mais do “povão”. Geralmente fica lá encostado no balcão por uns 5 meses, a água da conserva já se encontra tão turva que mal da pra ver o que tem dentro do pote. Mas o macho não se importa com isso e manda pra dentro sem dó essa iguaria.  Dizem ser bem saboroso para uma degustação, mas no dia seguinte as conseqüências no banheiro podem ser terríveis!

2 – Ovo colorido


O ovo colorido tem todo um misto de tradição e antipatia pelos frenquentadores assíduos do bar. Muito se deve a duvida de como aquela porra de ovo cozido fica colorido? Pois bem meus amigos, macho que é macho tem que saber como isso acontece. O ovo fica na coloração que vc quiser! Sim, isso mesmo! Para conseguir a cor amarela no ovo basta colocar casca de cebola na água que irá ferver, para a cor avermelhada é só colocar beterraba, para outras cores só utilizando corante mesmo ou então tente alimentar as galinhas com lápis de cor!

1 – Torresmo


Seria uma tremenda injustiça não dar o primeiríssimo lugar ao Rei dos botecos!! Principalmente aqueles torresmos bem precários que só tem gordura e se você estiver com sorte (ou falta dela) é possível encontrar no torresmo resquícios de pêlos do porquinho que foi sacrificado para o seu bel prazer. Exatamente por esse motivo que o torresmo costuma ser consumido junto com a caninha, assim bebendo a cana depois de comer o torresmo é uma forma que o bebum encontrou para “esterilizar” o organismo!



Anúncios